21 abril 2008

LUCIEN FREUD



Lucien Freud: Retratos da nossa Nudez

Margarida Carvalho

«My mother said that my first word was “alleine” which means alone. Leave me alone.»

Lucian Freud.

A primeira sensação é a da força, da intensidade e da singularidade do humano que as pinturas de Lucian Freud não cessam de apresentar. Um olhar, um rosto, uma vida. A exposição apresentada na Tate Gallery de Londres, de 20 de Junho a 22 de Setembro de 2002, oferece-nos uma possibilidade privilegiada de conhecer o minucioso estudo sobre a vulnerabilidade humana, desenvolvido por Lucian Freud, nome incontornável da pintura britânica, cuja vasta obra conta já com cerca de 60 anos.

Leia mais ...

2 comentários:

priscilla disse...

loko.parec que a arte a genialidade tah no nome freud!

Rogério Silva disse...

oi Priscilla

Concordo!

Freud, nos fala dos destinos das pulsões e um deles é a sublimação. A criaçáo artistica é, sem dúvida, uma sublimação. Lucien sabia disso, afinal é neto do criador da psicanalise, e melhor que ninguem deixou correr a sublimação.
Criou, criou e criou!
Eu o admiro muito! Embora nunca tenha visto uma obra sua ao vivo!

Bjs
Rogerio